A cólica infantil é uma condição que não afeta só o bebê

Os pais não dormem...

Os vizinhos não dormem... Os médicos não dormem...

A cólica afeta
de 10% a 40%
dos bebês1

Não há correlação da cólica com o sexo do bebê, alimentação, idade, classe social ou clima.1

O seu pico ocorre por volta das 6 semanas, podendo durar até os 6 meses de idade.1

Uso a partir do nascimento2

Sem efeitos colaterais2

Componentes naturais2

Sabor neutro2

Não mancha a roupa2

Sem conservantes2

Sem corantes2

Sem açúcar, sem lactose2

Sem álcool2

5 gotas de 3 a 6 vezes ao dia para que todos tenham uma noite tranquila. Conheça a exclusiva formulação de componentes naturais de Colicaliv. Matricariachamomilla: Indicada para alívio da dor, geralmente associada à cólicas hepáticas e intestinais. Mentha piperita: Atua nas cólicas de um modo geral, inclusive as acompanhadas de flatulência. Magnesia phosphorica: Indicada para cólicas intestinais acompanhadas de disenterias dolorosas e nas cólicas hepáticas. Colocynthis: Alívio das síndromes dolorosas espasmódicas em lactentes, que podem ser acompanhadas de diarreias e vômitos.

Conheça a exclusiva formulação de componentes naturais de Colicaliv2-5

Acalma, tranquiliza e auxilia no alívio de soluços2-5

Auxilia no alivio de inchaços e dores das cólicas flatulentas2-5

Auxilia na tensão abdominal, nos distúrbios de comportamento e espasmofilias (manifestações como o choro, o aperto dos punhos, rubor da face e a testa franzida) e na diarreia2-5

Auxilia no tratamento dos espasmos de musculatura lisa (estômago, intestino, vesícula biliar, útero e do trato urinário2-5

Como identificar a cólica no bobê Como identificar a cólica no bobê

Os bebês estão se adaptando a viver no mundo fora do ambiente protegido e quentinho que era o útero da mamãe. O choro é o principal meio dele expressar essas mudanças e condições: frio, calor, coceira, fome, sede, dentes crescendo, cheiros, saudade do colo da mãe, sono e outros variados motivos...

Descobrir o motivo passa a ser uma verdadeira aventura, mas aqui vamos mostrar os principais sintomas de um choro que tenha como causa a cólica.

Descobrir o motivo passa a ser uma verdadeira aventura, mas aqui vamos mostrar os principais sintomas de um choro que tenha como causa a cólica. Choro constante: A cólica típica se manifesta como um ataque de choro forte, agudo, estridente e crescente. Corpo: Barriguinha inchada e soltando gases. Movimentos: O bebê se estica, fica vermelho, vira a cabeça para os  lados e se encolhe.

Choro constante

A cólica típica se manifesta como um ataque de choro forte, agudo, estridente e crescente.

Movimentos

O bebê se estica, fica vermelho, vira a cabeça para os lados e se encolhe.

Corpo

Barriguinha inchada e soltando gases.

Como evitar e acalmar as cólicas no bebê Como evitar e acalmar as cólicas no bebê

Colinho

O calor do corpo ajuda a fazer passar o desconforto da cólica

Gases

Ajude seu neném nos arrotos após cada mamada, dando leves tapinhas nas costas para que ele arrote.

Mamadas

Verifique se o bebê não está engolindo muito ar durante as mamadas e, se for necessário, mude de posição ou de mamadeira

Sons

Os nenéns costumam reagir bem a barulhos como de secadores, aspiradores e ventiladores, pois eles remetem aos sons que ouvia dentro do útero da mamãe

Banho

Dê banhos mornos e dentro do balde ou compressas mornas na área abdominal

Ambiente

Mantenha luz baixa e som ambiente para acalmá-lo.